sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Transporte urbano

Aqui vai uma pequena avaliação do transporte urbano nas cidades e países por onde passamos. Dica: sempre que o tempo ou os horários de pico estiverem em andamento, o táxi salva a pátria.

Chile
>> Santiago
-- Ônibus e metro: o preço usual é de $ 380,00, cerca de R$ 1,60, e o bilhete é verde. Nos horários de pico, quando as pessoal vão (das 7 às 10 horas) ou voltam do trabalho (das 18 às 20 horas) o preço sobe apra $ 420,00, cerca de R$ 1,75, com bilhete laranja. O metro cobre toda a cidade, melhor do que no Brasil. Já os ônibus são similares aos nossos.
-- Táxi: valores ficam na média com os do Brasil. Usamos uma vez o serviço. Da rodoviária a Plaza de Armas o táxi saiu por $ 5.000,00 ou R$ 20,85. É caro. Cuidado que os motoristas são malucos e costumam negociar os valores das corridas, inflacionando os preços.

>> Valparaíso, Viña e Reñaca
-- Metrô e ônibus: Não usei o serviço, mas existe. O metro liga a Valparaíso com cidades vizinhas e o busão não chega a alguns pontos elevados da Val.
-- Ascensor: é uma espécie de bondinho, também chamado de funicular. Leva o pessoal aos pontos mais altos de Valparaíso.

Argentina
>> Mendoza
-- Ônibus e metro: São cinco linhas de metro, chamadas de subte, que ligam os principais pontos turísticos da cidade. De segunda a sábado funcionam das 5 às 23 h,oras e nos domingos e feriados das 8 às 22. Já no busão são 140 linhas, 24 horas por dia. Os bilhetes custam $ 0,90 ou R$ 0,67, barato demais!
-- Táxi: também é barato. Os valores por distância saem em números similares aos do Brasil, porém lá a moeda vale menos, o que barateia para os brasileiros.

>> Buenos Aires
-- Ônibus e metro: São cinco linhas de metro, chamadas de subte, que ligam os principais pontos turísticos da cidade. De segunda a sábado funcionam das 5 às 23 h,oras e nos domingos e feriados das 8 às 22. Já no busão são 140 linhas, 24 horas por dia. Os bilhetes custam $ 0,90 ou R$ 0,67.
-- Táxi: também é barato. Os valores por distância saem em números similares aos do Brasil, porém lá a moeda vale menos, o que diminui o custo para os brasileiros. Fui da 9 de Julho ao Buquebus por $ 12,00 (R$ 8,60) e ao bairro de San Telmo por $ 8,00 (R$ 5,70).

Uruguai
>> Colônia
-- Ônibus: a passagem custa $ 13,00 e o serviço cobre toda a cidade que não é muito grande. Os ônibus necessitam de uma reforma urgente.

>> Montevidéu
-- Ônibus: Saem por $ 14,00 ou R$ 1,40 e cobrem toda a cidade, 24 horas por dia. Os carros não possuem ar e o calor impera.
-- Táxi: Os carros são todos com cabines que impedem qualquer contato físico entre o motorista e o passageiro. Um vidro a prova de bolas separa os dois. O sistema é por fichas. Cada percurso consome um certo números de fichas. Para ir do Mausoléu de Artigos até a Rodoviária de Tres Cruces gasta-se $ 106,00 ou R$ 10,60, valor razoável.

>> Punta
-- Ônibus: cobrem toda a extensão da cidade. A passagem custa $ 14,00 ou R$ 1,40. São carros de tamanho médio.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

O rango - Uruguai

Finalizando a sessão de iguarias ingeridas ou não, apresento alguns pratos típicos do Uruguai. Na foto você observa um chitivo ao prato e dois panchos.Uruguai
>> Parrilla: é um churrasco, que também tem na Argentina, feito numa grelha chama parrila. Aproveita-se todas as partes do boi, mas eu digo todas. Rins, testícolos, tripas, vem de tudo junto com os cortes mais nobres, além de chorizo e a mursiglia, uma linguiça feita de sangue.
>> Pão: macio e delicioso, acompanha todas as refeições, principalmente em baguete. É como o arroz no Brasil.
>> Pancho: similar ao Argentino, só que com um pãozinho menor. O mais elaborados trazem pão, salsicha gigantes e mussarela. Os condimentos são livres. É picante.
>> Chivito: um primo distante do xis dos gaúchos. Pode ser ao pão ou ao prato. O ao pão não é preensando, mas vem com presunto, queijo, ovo, filé e salada, mais as fritas. Pode ter bacon, azeitona, vai variar conforme a casa. O ao prato vem com tudo isso, só que servido sem o pão.
>> Cervezas Patrícia, Norteña e Pilsen: mais suave que a Quilmes, mais forte que as brasileiras. São cervejas cremosas e gostosas, vendidas em garrafas de um litro.
>> Coca-Cola: Tem mais gás que as argentinas e chilenas. É mais gelada também.
>> Alfajor: Idêntico ao dos argentinos.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

O rango - Argentina

Vamos ao que comi de tradicional na Argentina. As culinária hermana parece bastante com a gaúcha. Então, apresento as iguarias.

Argentina
>> Assado: o churrasco dos hermanos é bom demais. A carne mata a pau. Os cortes são similares, porém recebem outros nomes – filé é lomo; costela é assado; linguiça é chorizo e etc. Alguns cortes não identifiquei o nome – cuadril e vacun, por exemplo.
>> Alfajor: é a Bolacha Maria dos Argentinos, porém deliciosa. É uma bolacha com recheio e envolta em chocolate. O recheio também pode ser de doce-de-leite. É uma delícia. Comi muitos!
>> Cerveza Quilmes: vendida em litro, é forte demais, chegando a descer amarga. Os gringos a tomam morna, meio choca.
>> Empanada: idem as do Chile.
>> Coca-Cola: servida com menos gás e morna. Sou mais a do Brasil.
>> Pômelo: refri da fruta com o mesmo nome. O gosto fica entre a soda e a tônica.
>> Minuta: bife solitário, do tamanho do prato.
>> Milanesa: bife solitário, porém à milanesa.
>> Pão: acompanha qualquer refeição. No restaurante você pede a comida e vem pão sempre como aperitivo.
>> Vinho: a região de Mendoza produz 70% do vinho argentino. O vinho hermano bom vem de lá. Destaque para a uva Malbec, clássica da região.
>> Pancho: pão com salsichas gigantes. O pão é cumprido, deve ter na média um 30 centímetros e a salsicha o acompanha. Os molhos são distintos. É uma refeição que forra o estômago.

O rango - Chile

Essencial, fundamental. Durante a trip, ficamos especialistas em devorar a típica, tradicionalíssima, deliciosa massa com salsicha. Comemoas à andia, à Mendoza, à portenha, à montevideana. Foi o rango número um do mochilão. Bom (será?), bonito e (muito) barato! Na verdade, essa iguaria é típica da casa de adolescente que mora sozinho. Pensando em dar ao nosso paladar experiências similares a dos nossos olhos, tentamos provar os quitutes de cada local que passamos. Vamos aos principais. Inclua-os em sua lista.
Chile
>> Batata com peixe: é o arroz com feijão do Chile. Não cheguei a provar porque devoro isso normalmente em casa.
>> Salmão: vale a pena comprar no Mercado Central, dizem que sai barato. Infelizmente não provei. :(
>> Centúria gigante: é o pai dos carangueijos. Alimenta de dois a três pessoas. Este carangueijo gigante tem seu equivalente no preço, algo em torno dos R$ 100,00. Por motivos monetários não provei desta iguaria.
>> Empanada (foto): é um tipo de esfirra que pode ter queijo, frango ao catupiry. A tradicional é com piña, uma carne cozida com cebola. Custa em média $ 500,00 ou R$ 2,00.
>> Cerveza Cristal: patrocinadora oficial do Colo-Colo, o Corinthians do Chile, dizem que é encorpada. Não provei desta iguaria.
>> Guacamole: feito de abacate, esta pasta costuma beijar os pães e até os cachorros-quentes. A dos chilenos é menos apimentada que a dos mexicanos. Não curto abacate, portanto não comi guacamole.
>> Pisco: cachaça bagaceira feita no Chile. Não consumo bebidas de segunda linha.
>> Coca-Cola: servida com menos gás e morna.
>> Cachorro-quente completo: vem com muito tomate picado e os condimentos em cima da salsicha. Um hot-dog normal.
>> Chacarero: é um hamburguer criado a tode, não preensado. Vem com frios e salada.
>> Vinho: especialidade do Chile, em especial da região de Santiago. Santa Tereza, Gato Negro, Carta Vieja, Casillero del Diablo e por aí vai. A uva Cabertnet Suavignon é a marca da região.
>> Pão: de tudo quanto é tipo e cor, acompanha as comidas no almoço e jantar.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

As passagens

Sem as passagens ninguém viaja para lugar nenhum. Ao menos que você queira tentar erguer o dedão ou mostrar a perninha na beira da estrada. Então, mando os preços, empresas e qualidade dos serviços usados. Vale uma dica antes de tudo. É bom comprar sempre com antecedência, chegar nas cidades, apanhar os horários de saída e preços para pensar e comprar o quanto antes.

>> De Candelária a Porto Alegre
Distância: 208 km
Empresa: Viação União Santa Cruz
Valor: R$ 31,60
Compra: Rodoviária de Candelária
Serviço: Tranqüilo. A viagem levou três horas em um busão normal, com calefação e banheiro. O ônibus é semi-direto, só entra em rodoviária. Passou por Vera Cruz, Santa Cruz, Venâncio Aires e Mariante, antes de estacionar em Porto Alegre. É bom comprar a passagem com meia hora de antecedência.>> De Porto Alegre a Santiago
Distância: 2.600 km
Empresa: Pluma
Valor: R$ 315,00
Compra: via internet
Serviço: Foram 40 horas de viagem, mas perdemos seis em aduanas. A previsão era para 36 horas de translado. O ônibus leito, tranqüilo, com banheiro, TV, calefação. A empresa oferece café da manhã e da tarde com bolachas, café e chá. A água e o refri são liberados. Paramos somente em restaurantes ruins e caros na caminho. Em Mendoza deveríamos ganhar almoço, mas a comunicação da empresa falhou. A nota do serviço fica em 7,5 pra passar com gordurinha.

>> De Santiago a Valparaíso e a Santiago de volta
Distância: 112 km ida/ 112 km volta
Empresa: Pullmann Bus
Valor: $ 6.300,00 ou R$ 26,25
Compra: Rodoviária de Santiago, setor intermunicipal (estação de metro Universidad de Santiago)
Serviço: Viagem curta, de uma hora e meia para ir, uma e meia para voltar. No Chile, os ônibus cumprem horários. São hiperpontuais. Impressiona. Só é preciso anteção, porque os carros não possuem box definido. Estacionam, carregam os passageiros e arrancam. Tudo em questão de cinco minutos. Comprar a passagem de ida e volta junto é mais barato. O translado foi tranquilo, em um ônibus convencional, com calefação e banheiro. Bastante confortável. É mais negócio comprar a ida e a volta juntos, que sai mais barato. Comprei as passagens com um dia de antecedência. Para facilitar, peguei o bilhete de volta aberto. Cheguei em Valparaíso e escolhi o melhor horário.

>> De Santiago a Mendoza
Distância: 374 km
Empresa: Andesmar
Valor: $ 17.500,00 ou R$ 72,90
Compra: Rodoviária de Santiago, setor internacional (estação de metro Universidad de Santiago)
Serviço: Foram oito horas de viagem. Ônibus leito, com calefação, TV e banheiro. Água free. A Andesmar oferece café da manhã com alfajor, bolacha e café ou chá ou refri. O lance de ficar ligado no box do ônibus também vale para este caso. É preciso chegar meia hora antes no guichê da empresa para apresentar as passagens e a identidade ou passaporte. Comprei a passagem com dois dias de antecedência.

>> De Mendoza a Buenos Aires
Distância: 1.058 km
Empresa: El Rapido Argentino (com bandeira Andesmar)
Valor: $ 153,00 ou R$ 104,80
Compra: Locutório Telefônica no Centro de Mendoza
Serviço: O El Rápido Argentino é o busão mais barato disponível. Você compra a passagem nas rodoviárias ou nos locutórios da Telefônica que tiverem a bandeira da Andesmar. Semi-leito, o ônbius tem TV, calefação e banheiro. É um busão de dois andares. Embaixo ficam os acentos melhores, com banco de couro e mais caros. O El Rapido dá café da manhã (alfajor, bolacha e café ou chá ou refri) e uma janta, que na verdade é um lanche reforçado. São dois sanduíches, mais bebida. A viagem levou 15 horas, pois pegamos o pinga-pinga. O busão direto leva em torno de 11 horas. O Coche y Cama sai na casa dos $ 228,00 ou R$ 156,00. Comprei a passagem com dois dias de antecedência.
>> De Buenos Aires a Colônia do Sacramento
Distância: 170 km
Empresa: Buquebus
Valor: $ 93,00 ou R$ 72,90
Compra: Terminal Buquebus, Buenos Aires (Puerto Madero)
Serviço: Única viagem que não foi de busão. Este translado foi de navio. A viagem entre Buenos Aires e Colônio, via Rio da Prata, durou três horas no barco Ilha Isabel. O barcão é balsa para carros no andar -1, tem free shop, bar e fliperama no térreo, lancheria e assentos tipo de avião no 2 e terraço no 3, com bar. A partida é dada em Puerto Madero e funciona como avião. Você compra as passagens, faz check-in, passa na imigração e embarca. Para sair do navio vale o mesmo. Teve show de tango durante o passeio/viagem. Há outra opção de navio que faz o mesmo trajeto em uma hora. Comprei a passagem com um dia de antecedência.

>> De Colônia a Montevidéu
Distância: 177 km
Empresa: Turil
Valor: $ 173,00 ou R$ 17,30
Compra: Rodoviária de Colônia
Serviço: A rodoviária fica a três quadras do terminal fluvial e a cinco do centro histórico. Barbada. A rodoviária tem casa de câmbio, locutório e um barzinho caro demais. Ali se guardam babagens, porém as donas cravam a faca. A própria rodoviária tem seu depósito, porém são poucos espaços vagos. A viagem em si dura duas horas e meia, pois o busão é pinga-pinga. Para em lugares remotos do Uruguai. O busão é comum, com calefação e banheiro. Não há lanche. Comprei a passagem na hora.

>> De Montevidéu a Punta e de volta a Montevidéu
Distância: 135 km
Empresa: Cot
Valor: $ 133,00 ou R$ 13,30
Compra: Rodoviária de Montevidéu - Terminal Tres Cruces
Serviço: Comprei a passagem com um dia de antecedência. Em Montevidéu só entra no setor de embarque quem tem passagem, por isso é organizado. Os ônibus não são grandes coisas. Tem banheiro, os bancos são meio velhos e não há calefação. Para se refrescar é preciso abrir a janela. A viagem dura duas horas redondas e passa por outras praias.
>> De Montevidéu a Rivera
Distância: 501 km
Empresa: Turil
Valor: $ 488,00 ou R$ 48,80
Compra: Rodoviária de Montevidéu - Terminal Tres Cruces
Serviço: O melhor busão da viagem. Pelo mesmo valor do ônibus tradicional pegamo o Super Cama, mais conhecido por Coche y Cama. Trata-se de um busão com bancos bem maiores e macios. Os bancos deitam quase em 180º. Somada ao embalo da estrada, a noite de sono é perfeita. Para conseguirmos embarcar nessa, compramos as passagens com dois dias de antecedência e quase não havia mais lugares. A viagem durou seis horas. O busão de dois anadres tem calefação, banheiro e TV. O rodomoço é gentil e lhe chama com educação quando a viagem termina.

>> De Livramento a Santa Cruz
Distância: 500 km
Empresa: São João
Valor: R$ 70,00
Compra: Rodoviária de Santana do Livramento
Serviço: Foi duro. Tivemos que trocar de carro duas vezes. O ônibus que nos levou de Livramento a Bagé tinha banheiro, mas não tinha ar e os bancos eram duros. Foi preciso abrir a janela para resistir ao calor. De Bagé a Cachoeira o busão tinha ar, novinho, com calefação e banheiro. No entanto, tivemos que trocar de carro porque o ar-condicionado pifou. No terceiro carro, com as mesmas características do segundo, chegamos em Santa Cruz. A viagem levou nove horas, pois o busão era pinga-pinga e fez o caminho mais longo, por Bagé, em vez de seguir por Rosário do Sul.

R$ 3,911,49 ou US$ 1.665,00

Aí está o número real da viagem: R$ 3,911,49. Ou passando para dólares, US$ 1.665,00. Este foi o custo para sobreviver durante 18 dias no Chile, Argentina e Uruguai. Com esta soma pagamos passagens, hospedagens, passeios turísticos e a alimentação. Tudo para duas pessoas. O total de R$ 6.733,89 ou US$ 2.865,50 precisa ter o desconto dos presentes e compras pessoais, que são supérfluos dentro da trip. Gastamos R$ 2.822,40 ou US$ 1.200,00. Por isso, R$ 3,911,49 ou US$ 1.665,00 são as sifras reais. Dividido por dois, temos R$ 1.955,95 por pessoa ou US$ 832,50. Dividindo pelo número de dias em trânsito (19) chegamos ao cálculo de R$ 102,93 ou US$ 43,80 por dia e por pessoa. Ponto final!

>> Total: R$ 6.733,89 ou US$ 2.865,50
>> Presentes e compras: R$ 2.822,40 ou US$ 1.200,00
>> Total sem presentes:R$ 3,911,49 ou US$ 1.665,00

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

As contas

A caixa preta foi aberta. Todo os gastos da viagem, desde a preparação até a chegada em Santa Cruz. A caixa registradora, atualizada, revela as despesas da trip mais casca grossa do milênio. Vamos aos números de cada dia, total, total de presentes e total sem presentes, para vermos o que foi preciso realmente para sobrevivermos.

--- Bases de câmbio
Peso chileno: R$ 1,00 vale $ 240,00
Peso argentino: R$ 1,00 vale $ 1,40
Peso uruguaio: R$ 1,00 vale $ 10,00
Dólar: US$ 1,00 vale R$ 2,35

--- Contas
>> Pré-viagem
R$ 630,00 (duas passagens bus POA/SANTIAGO)
R$ 40,80 (farmácia 1)
R$ 26,00 (farmácia 2)
Total: R$ 764,80

>> Dia 1 - Candelária a Porto Alegre
R$ 67,50 (2 passagens Cande/POA)
R$ 10,50 (táxi rodo casa do Júlio)
Total: R$ 78,00

>> Dia 2 - POA/Federal
R$ 15,00 (táxi casa do Júlio rodô)
R$ 3,50 (2 águas)
R$ 2,00 (Coca-Cola)
R$ 30,00 (2 almoços, 1 Sprite)
R$ 2,00 (água)
R$ 19,00 (galinha e batata frita)
Total: R$ 71,50

>> Dia 3 - Federal/Santiago
R$ 20,00 (2 sanduíches)
R$ 2,70 (2 alfajores)
R$ 12,90 (raviolli) - $ 18,00 AR
R$ 1,00 (doaçao carregador de mala) $ 1,50 AR
R$ 0,50 (banheiro)
R$ 13,00 (táxi rodo/albergue) $ 3.660 CH
Total: R$ 50,10

>> Dia 4 - Santiago
R$ 12,90 (2 torradas, seis empanadas e café com leite) $ 3096,00 CH
R$ 2,50 (2 ingressos exposiçao Rivera e Frida) $ 600,00 CH
R$ 15,84 (hot-dog, bife com fritas e ovo, coca e água) $ 3.801,60 CH
R$ 2,30 (Pepsi) $ 552,00 CH
R$ 12,66 (8 bilhetes de metro) $ 3.040,00 CH
R$ 52,50 (2 passagens ida e volta Santiago/Valparaiso) $ 12.600,00 CH
R$ 145,83 (2 passagens Santigo/Mendoza) $ 35.000,00 CH
R$ 33,00 (rancho para duas pessoas) $ 7.920,00 CH
Total: R$ 277,53

>> Dia 5 - Valparaiso, Vina e Renaca
R$ 83,33 (2 city tours Val, Viña e Reñaca) $ 20.000,00 CH
R$ 29,16 (calça andina) $ 6999,00 CH
R$ 17,25 (2 hamburguers, fritas e Coca-Cola) $ 4140,00 CH
R$ 3,33 (Soda) $ 800,00 CH
R$ 3,15 (3 bifes de burguer e arroz) $ 756,00 CH
Total: R$ 136,22

>> Dia 6 - Santiago
R$ 3,70 (café com leite) $ 888,00 CH
R$ 4,16 (2 bilhetes van Cerro San Cristoban) $ 1.000,00 CH
R$ 7,50 (2 empanadas e Pepsi) $ 1.800,00 CH
R$ 6,60 (2 bilhetes funicular Cerro SC) $ 1.400,00 CH
R$ 9,83 (6 bilhetes de metro) $ 2.360,00 CH
R$ 7,50 (4 bilhetes bus Concha y Toro) $ 1.800,00 CH
R$ 58,33 (2 tours Concha y Toro) $ 14.000,00 CH
R$ 156,00 (3 noites e meia em albergue p/ 2 pessoas) US$ 66,00
R$ 39,95 (2 abridores de vinho e um tapador) US$ 17,00
Total: R$ 293,57

>> Dia 7 - Mendoza
R$ 209,58 (2 passagens Mendoza/Buenos) $ 306,00 AR
R$ 43,83 (2 camas albergue) $ 64,00 AR
R$ 82,19 (2 tours la bodegas) $ 120,00 AR
R$ 2,73 (Coca-Cola) $ 4,00 AR
R$ 3,42 (1h30 de lan house) $ 5,00 AR
R$ 42,46 (rancho 2 pessoas) $ 62,00 AR
R$ 3,42 (carreteiro) $ 5,00 AR
R$ 24,00 (2 azeites de oliva) $ 35,00 AR
Total: R$ 411,63

>> Dia 8 - Mendoza
R$ 178,08 (2 tours alta montanha) $ 260,00 AR
R$ 6,80 (2 entradas Cerro Aconcágua) $ 10,00 AR
R$ 6,16 (3 porta incenso) $ 9,00 AR
R$ 10,27 (manta andina) $ 15,00 AR
R$ 3,42 (amuleto da sorte) $ 5,00 AR
R$ 22,78 (2 massas e 1 Coca) $ 31,90 AR
Total: R$ 227,51

>> Dia 9 - Mendoza/Buenos
R$ 10,95 (2 tours Parque San Martin) $ 16,00 AR
R$ 7,50 (2 panchos e 1 Sprite) $ 11,00 AR
R$ 3,76 (suco e chocolate) $ 5,50 AR
R$ 3,42 (4 sanduíches) $ 5,00 AR
R$ 2,73 (táxi) $ 4,00 AR
R$ 5,47 (2 brincos) $ 8,00 AR
Total: 33,83

>> Dia 10 - Buenos
R$ 17,12 (taxi) $ 24,00 AR
R$ 217,14 (4 noites em albergue para 2 pessoas) $ 304,00 AR
R$ 20,00 (salada, bife e Sprite) $ 28,00 AR
R$ 2,57 (4 fichas bus) $ 3,60 AR
R$ 28, 57 (2 camisetas) $ 40,00 AR
R$ 7,14 (7 imas de geladeira) $ 10,00 AR
R$ 21,42 (tour Bombonera) $ 30,00 AR
R$ 2,14 (foto Caminito) $ 3,00 AR
R$ 1,96 (Coca-Cola) $ 2,75 AR
R$ 27,14 (rancho mercado) $ 38,00 AR
R$ 1,78 (lan house) $ 2,50 AR
R$ 3,50 (ligacao Brasil) $ 4,90 AR
R$ 5,57 (taxi) $ 7,80 AR
Total: R$ 356,05

>> Dia 11 - Buenos
R$ 2,57 (4 fichas bus) $ 3,60 AR
R$ 11,07 (2 burguers e fritas) $ 15,50 AR
R$ 7,14 (2 tours jardim japones) $ 10,00 AR
R$ 57,14 (2 cortes de cabelo) $ 80,00 AR
R$ 22,71 (2 tours Zoo) $ 31,80 AR
R$ 7,07 (táxi) $ 9,90 AR
R$ 71,50 (pen-drive 4GB) $ 100,00 AR
R$ 100,00 (2 espetaculo tango) $ 140,00 AR
R$ 1,42 (bandaid) $ 2,00 AR
R$ 1,78 (lan house) $ 2,50
R$ 3,17 (ligacao Brasil) $ 4,45 AR
Total: 285,57

>> Dia 12 – Buenos
R$ 10,71 (porta retrato) $ 15,00 AR
R$ 10,71 (cuia) $ 15,00 AR
R$ 10,71 (garrafa) $ 15,00 AR
R$ 145,71 (2 espetos corridos e 2 Cocas) $ 204,00 AR
R$ 132,85 (2 passagens buquebus Buenos/Colonia) $ 186,00 AR
R$ 35,00 (blusinha) $ 49,00 AR
R$ 2,57 (ligacao para Brasil) $ 3,60 AR
R$ 13,57 (whooper Burguer King) $ 19,00 AR
Total: R$ 361,83

>> Dia 13 – Buenos
R$ 15,00 (3 bonecos em miniatura) $ 21,00 AR
R$ 14,28 (CD de Tango) $ 20,00 AR
R$ 27, 85 (blusa feminina) $ 39,00 AR
R$ 27,85 (camiseta masculina) $ 39,00 AR
R$ 35,00 (blusa feminina) $ 49,00 AR
R$ 35,00 (blusa feminina) $ 49,00 AR
R$ 56,42 (blusa feminina) $ 79,00 AR
R$ 17,50 (whooper e burguer) $ 24,50 AR
R$ 3,57 (2 casquinhas Mac) $ 5,00 AR
R$ 75,00 (mochila) $ 105,00 AR
R$ 27,14 (rancho mercado) $ 38,00 aR
R$ 2,57 (Pomelo) $ 3,60 AR
R$ 107,00 (bermuda) $ 150,00 AR
R$ 270,00 (tênis) $ 378,00 AR
Total: R$ 714,18

>> Dia 14 – Buenos/Colonoia/Montevideu
R$ 8,57 (táxi) $ 12,00 AR
R$ 129,25 (perfume, desoda e necessaire) US$ 55,00
R$ 34,60 (2 passagem Colonia/Montevideu) $ 346,00 UR
R$ 20,00 (guarda volumes) $ 200,00 UR
R$ 16,00 (4 panchos e 1 Fanta) $ 160,00 UR
R$ 3,00 (Pomelo) $ 30,00 UR
R$ 10,00 (tour Colonia) $ 100,00 UR
R$ 3,00 (2 bilhetes farol de Colonia) $ 30,00 UR
R$ 2,60 (2 tickets bus) $ 260,00 UR
R$ 3,00 (lan house) $ 30,00 UR
R$ 0,65 (ligacao) $ 65,00 UR
R$ 0,65 (ligacao) $ 65,00 UR
R$ 2,5 (água) $ 25,00 UR
R$ 9,00 (2 MacBacons) $ 90,00 UR
R$ 2,2 (ligacao) $ 22,00 UR
Total: R$ 245,02

>> Dia 15 – Montevidéu
R$ 13,00 (almoço) $ 130,00 UR
R$ 2,8 (2 tickets bus) $ 28,00 UR
R$ 2,5 (água) $ 25,00 UR
R$ 1,2 (água) $ 12,00 UR
R$ 38 (rancho mercado) $ 380,00 UR
R$ 6,00 (museu Centenário) $ 60,00 UR
R$ 30,00 (2 ingressos Nacional x Peñarol) $ 300,00 UR
R$ 93,60 (2 passagens Montevidéu/Rivera) $ 936,00 UR
R$ 2,5 (lan house) $ 25,00 UR
R$ 53,20 (2 passagens ida e volta Montevideu/Punta) $ 532,00 UR
Total: R$ 242,80

>> Dia 16 – Punta
R$ 22,40 (8 tickets de bus) $ 224,00 UR
R$ 5,80 (gase e esparadrapo) $ 58,00 UR
R$ 5,00 (sorvete) $ 50,00 UR
R$ 9,00 (2 McBacons) $ 90,00 UR
R$ 2,60 (lan house) $ 26,00 UR
R$ 15,00 (aluguel de guarda-sol) $ 150,00 UR
R$ 12,00 (caixa Bocaditos) $ 120,00 UR
R$ 149,00 (camisa selecao Uruguai) $ 1.490,00 UR
R$ 40,00 (shampoo) $ 400,00 UR
Total: R$ 260,08

>> Dia 17 – Montevidéu
R$ 16,60 (2 pizzas) $ 166,00 UR
R$ 80,00 (bermuda) $ 800,00 UR
R$ 59,00 (camiseta) $ 590,00 UR
R$ 1,80 (pancho) $ 18,00 UR
R$ 4,00 (café, suco e meia-lua) $ 40,00 UR
R$ 2,50 (empanada) $ 25,00 UR
R$ 9,40 (6 tickets bus) $ 94,00 UR
R$ 15,40 (2 McBacons, 1 Coca, 1 sorvete) $ 154,00 UR
R$ 52,00 (rancho mercado) $ 520,00 UR
Total: R$ 240,07

>> Dia 18 – Montevidéu
R$ 3,40 (fritas Mac) $ 34,00 UR
R$ 3,50 (El País) $ 35,00 UR
R$ 1,70 (Coca-Cola) $ 17,00 UR
R$ 2,50 (água) $ 25,00 UR
R$ 5,20 (3 tickets bus) $ 520,00 UR
R$ 3,00 (Sprite) $ 30,00 UR
R$ 33,30 (1 Chivito, 1 Entrecot, 1 Coca) $ 333,00 UR
R$ 10,00 (táxi) $ 100,00 UR
Total: R$ 62,60

>> Dia 19 – Rivera/Casa
R$ 12,00 (táxi) $ 120,00 UR
R$ 16,00 (2 baurus e 1 Sprite) $ 160,00 UR
R$ 23,50 (2 panchos, 1 chivito, 1 Coca) $ 235,00 UR
R$ 1,50 (água) $ 15,00 UR
R$ 125,00 (perfume 212) US$ 60,00
R$ 123, 75 (perfume Polo Black) US$ 57,00
R$ 528,75 (câmera Sony e Memory Card 1GB) US$ 225,00
R$ 31,00 (3 garrafas de vinho) US$ 14,40
R$ 15,00 (caixa de alfajor) US$ 6,80
R$ 592,50 (relógio) US$ 235,00
R$ 4,50 (táxi) $ 45,00 UR
R$ 140,00 (2 passagens Livramento/Santa Cruz)
R$ 1,75 (água)
R$ 1,50 (água)
R$ 5,00 (pastel e Cheetos)
Total: R$ 1.621,00

>> Total: R$ 6.733,89 ou US$ 2.865,50
>> Presentes: R$ 2.822,40 ou US$ 1.200,00
>> Total sem presentes:R$ 3,911,49 ou US$ 1.665,00